Xixis com Farturinha

Podemos definir o caráter de uma pessoa apenas olhando como ela trata os animais.

Casal mantinha cães com patas amarradas para não se mexerem

Um casal de meia-idade de Mértola mantinha dois cães em deploráveis condições de saúde. Os animais foram encontrados com as patas dianteiras acorrentadas às patas traseiras, com uma corda, a fim de não lhes permitir mobilidade.

 

1

O caso foi descoberto esta quarta-feira pela GNR de Almodôvar, na sequência de um patrulhamento. “Os militares do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente foram alertados pelos latidos de sofrimento dos cães”, disse, ao JN, fonte da GNR.

Os cães encontravam-se num espaço repleto de dejetos. Tinham problemas de pele, pelo e feridas causadas pela forma como estavam presos, com a pata dianteira acorrentada à pata traseira, através de uma corda, a fim de não lhes permitir mobilidade.

A GNR requereu a presença de um Veterinário municipal, tendo sido apreendido um dos cães, aquele que se apresentava em piores condições, e entregue no canil municipal.

 

[sociallocker]O outro ficou com os donos, mas, segundo a GNR, “continuará a ser alvo de acompanhamento”.

O casal vai responder por crime de maus tratos a animais.

 

18 Fevereiro, 2015


Artigo Anterior

Artigo Seguinte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *